Conheça aqui as maiores promessas do MMA brasileiro

Conheça aqui as maiores promessas do MMA brasileiro

O MMA brasileiro dispensa apresentações. Uma modalidade que cresceu vertiginosamente e dominou o mundo na última década chegou nesse patamar muito por conta dos talentos brasileiros nas artes marciais mistas. Nomes como Royce Gracie, Anderson Silva, José Aldo e muitos outros marcaram o Brasil como uma referência da modalidade com seus legados como campeões no UFC.

Atualmente o país passa por uma marcante renovação, com muitos ídolos no fim de suas carreiras no esporte. Por isso, uma nova geração tem a oportunidade de assumir esse papel e continuar trilhando um caminho de sucesso no MMA mundial.

A seguir vamos falar sobre algumas das maiores promessas do MMA brasileiro e conhecer melhor suas histórias e como eles podem dar o próximo passo. Confira!

1. Kenya Miranda

Kenya Miranda vem quebrando paradigmas não só no MMA, mas no esporte brasileiro. Mineira, a lutadora do peso-mosca do Bellator cresceu em um ambiente esportivo, sempre frequentando o Estádio Mineirão, que deixou uma herança no seu sangue: a paixão pelo esporte.

Kenya se encontrou no MMA depois de tentar a sorte como árbitra assistente no futebol. Chegou a apitar jogos de grandes times e viveu na pele o preconceito que ainda existe em um ambiente predominantemente masculino.

Mais tarde, começou a trilhar sua carreira no MMA. Com base no taekwondo, ela passou pelo Mr. Cage, Fire Cage, WOC e RFC no Brasil antes de fechar contrato com o Bellator, um dos maiores eventos do mundo.

Apesar de um cartel instável, com duas vitórias e três derrotas, Kenya entra no auge de sua carreira com tudo para subir degraus no Bellator e fazer história no MMA feminino nacional.

2. Paulo Borrachinha

Em plena ascensão, Paulo Borrachinha é atualmente o lutador brasileiro que mais chama atenção no mundo do MMA. O peso médio é muito explosivo e habilidoso em pé, e tem conseguido superar seus rivais na base da trocação.

Natural de Belo Horizonte, Borrachinha passou por eventos menores no Brasil até chegar ao Jungle Fight. Lá, encaixou três vitórias seguidas no primeiro round e chamou atenção do UFC.

Seu bom momento não parou e ele teve mais três resultados positivos na maior organização do mundo — e sobre nomes importantes. O último nocaute técnico foi sobre Johny Hendricks, ex-campeão do UFC, e credenciou Borrachinha para o Top 10 da sua categoria.

Invicto em 11 lutas, Borrachinha já flerta com uma chance pelo cinturão dos médios, em que Anderson Silva reinou por muito tempo — o que gera ainda mais expectativa pela grande troca entre os campeões recentemente.

3. Ricardo Carcacinha

Um peso galo de talento especial, o paulista Ricardo Carcacinha aproveitou muito bem suas primeiras chances no UFC, o que levantou a expectativa para suas próximas apresentações. Com apenas 22 anos, ainda deve evoluir muito na modalidade, e seu potencial é enorme.

Grande finalizador, tem no jiu jitsu sua base principal. Para se ter uma ideia, 6 de suas 11 vitórias vieram por finalização. Carcacinha rodou o Brasil, enfileirou vitórias, conseguiu uma chance em um evento menor nos Estados Unidos e depois chegou ao UFC.

No Ultimate, soma duas vitórias e deve subir mais alguns degraus antes de pensar em um cinturão. Com boa envergadura, é uma promessa para prestar muita atenção nos próximos anos. Carcacinha é a melhor chance de seguir uma escrita vitoriosa dos brasileiros nas categorias mais leves.

Curtiu nosso post? Qual é a maior promessa para você? Deixe um comentário no espaço abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *