Diego Simeone: a história do técnico que tem derrubado gigantes

Diego Simeone: a história do técnico que tem derrubado gigantes

Nascido em 18 de abril de 1970, há mais de duas décadas Diego Simeone é mundialmente conhecido por sua ligação com o futebol. Parte deste reconhecimento se deve à sua carreira como jogador, quando teve passagens bem sucedidas por gigantes do futebol europeu e pela seleção argentina. Entretanto, talvez hoje, atuando fora das quatro linhas e como treinador, podemos dizer que ele tenha atingido o auge de sua carreira no futebol, tendo seu trabalho reconhecido por milhões e milhões de apaixonados pelo esporte ao redor do mundo.

Conhece a história do técnico que tem derrubado gigantes? Sabe quais são suas principais conquistas como jogador e como treinador? Não? Então não deixe de ler nosso post de hoje sobre Diego Pablo Simeone Gonzáles, o “Cocho”!

O pesadelo dos gigantes europeus

Quando chegou ao clube da capital madrilenha, perder para os grandes times do país e do continente europeu era algo normal e conquistar uma simples vaga para UEFA Champions League era motivo de grande festa. A mentalidade da equipe à época era uma mentalidade de time mediano, que há muito tempo não mais assustava os seus adversários. Por isto tudo, Simeone sabia que o trabalho a ser realizado não era apenas técnico e tático, mas também psicológico, pois era preciso transformar todo o clube em um time com mentalidade vencedora.

Com um orçamento anual de quatro a cinco vezes menor que um Barcelona ou Real Madrid, por exemplo, a estratégia traçada por Simeone era contar em seu time não com grandes e caras estrelas do futebol mundial, mas sim com jovens jogadores emergentes que cresceriam junto com o clube. E assim, nos anos que se seguiram, o Atlético de Madrid projetou para o mundo alguns dos maiores jogadores da atualidade como, por exemplo, Agüero, Falcão Garcia, Curtois, Diego Costa, De Gea, Arda Turan, Miranda e vários outros.

Esquema tático de Simeone

Com um modelo tático sólido onde praticamente o time inteiro ataca e o time inteiro defende, Simeone pode não ter encontrado a mais bela maneira de se jogar futebol, mas certamente encontrou uma das mais efetivas para se encarar e, principalmente, vencer gigantes, pois os resultados não demoraram a aparecer.

Assim que chegou, o “Cocho” conquistou a Liga Europa UEFA – uma espécie de Taça Sul-Americana da Europa – na temporada 2011-12 e, na temporada seguinte, a Copa do Rei, contra ninguém mais ninguém menos que o todo poderoso Real Madrid. O título contra o time de Cristiano Ronaldo e companhia por si só já era digno de elogios, mas a façanha tornou-se maior ainda diante de dois “pequenos” detalhes: há 14 anos o Atlético não vencia seu maior rival e, para coroar tal conquista, a vitória fora dentro dos domínios do time adversário, em pleno Santiago Bernabéu.

Na temporada 2013-14, após eliminar o heptacampeão da Champions, AC Milan, nas oitavas de final, o todo poderoso Barcelona de Lionel Messi, nas quartas de final, e o multimilionário Chelsea, na semifinal, Simeone e o Atlético de Madrid reencontraram seu maior rival, o Real Madrid, na final da competição, perdendo apenas na prorrogação. Entretanto, a derrota para o Real Madrid fora apenas na competição continental, pois no campeonato nacional, seu maior rival e também o Barcelona não foram páreo para Simeone e sua equipe que, após 18 anos, tornaram a conquistar o campeonato Espanhol.

Expectativas para a final

Na temporada atual, após eliminar os dois times que apresentam o futebol mais vistoso da atualidade, o todo poderoso Barcelona de Iniesta, Messi, Suárez e Neymar, e o Bayern de Munique de Pep Guardiola, Ribéry, Lewandowski e Neuer, o Atlético está novamente na final da maior competição entre clubes do planeta contra seu arquirrival Real Madrid. Se vencer, Simeone não apenas mudará a história do time da capital madrilenha ao conquistar seu primeiro título de Champions League, mas também se consolidará de vez como um dos maiores – quiçá o maior – treinador da atualidade!

Também é fã do argentino Simeone? Compartilhe conosco sua opinião e conhecimento sobre este grande jogador e treinador da história do futebol mundial!

Foto: www.noticiasaominuto.com/7705.ref

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *