Blog do Esporte
17 out

Vôlei Taubaté e Sesi-SP iniciam disputa do Campeonato Paulista

Primeiro jogo da decisão será na Vila Leopoldina, em São Paulo; campeões olímpicos protagonizam rivalidade recente entre taubateanos e paulistanos.

Tem início nesta terça-feira, 18 de outubro, mais uma série final de Campeonato Paulista de Voleibol, entre Taubaté e Sesi-SP. O primeiro jogo será realizado às 21h30, na Vila Leopoldina, em São Paulo. Em quadra estarão duas equipes que contam com medalhistas olímpicos e uma rivalidade que cresce a cada temporada.

Do time campeão olímpico com a Seleção Brasileira na Olimpíada do Rio, sete defendem os finalistas do estadual. Pelo lado do Taubaté, Lucarelli ganhou a companhia de Éder e Wallace nesta temporada. Já no Sesi-SP, Serginho e Douglas Souza contam agora com a dupla Bruninho e Lucão, ambos vindos do voleibol italiano.

Além dos atuais campeões olímpicos, os dois times ainda contam com atletas que costumam ser convocados pelo técnico Bernardinho. Duas vezes medalhista de prata em olimpíadas, Murilo defende a camisa do Sesi em mais uma temporada. A equipe da capital conta também com os centrais Sidão e Aracajú. O primeiro foi medalhista de prata em Londres 2012 e está lesionado. Já o segundo serviu de uma espécie de “sparring” no time de ouro em 2016.

Em Taubaté, o capitão Rapha foi cortado da lista final para os Jogos do Rio. O mesmo aconteceu com o ponteiro Lucas Lóh, promessa da nova geração ao lado de Otávio, medalhista de prata no Pan de Toronto em 2015. Além deles, outro que vestiu a amarelinha foi o experiente libero Mário Junior, ouro em Campeonato Mundial e em duas Ligas Mundiais.

Rivalidade recente
Clube tradicional do voleibol brasileiro, o Sesi ganhou um novo rival nas últimas temporadas. Nos dois últimos anos, os paulistanos protagonizaram duas finais contra a equipe do Vale do Paraíba. Melhor para os taubateanos.

Em 2014, o time que ainda tinha Lorena, Dante e Sidão superou o Sesi-SP nas duas partidas da final e conquistou o primeiro troféu da história do Taubaté.

Se no primeiro título taubateano os torcedores não passaram tanto susto, o mesmo não pode ser dito sobre o estadual conquistado em 2015. Com Lucarelli, Rapha e Lipe no elenco, o Taubaté foi para o segundo jogo, na Vila Leopoldina, com uma vitória conquistada no Abaeté. Após um apagão e a derrota por 3 sets a 0, os valeparaibanos voltaram a triunfar no golden set e levaram o bicampeonato do Paulista.

Fonte

cta_finalpost_taubate

Deixe um comentário?

    0-20-3