Técnico Giancarlos Ramirez comanda time diante do Taubaté Crédito: José Fregatto Filho/Divulgação

MRV/Unicesumar/Paiquerê FM/Londrina encara Taubaté amanhã (15)

Equipe joga mais uma vez longe de Londrina e prega concentração total para surpreender o líder da chave
 
Em busca da recuperação na Liga Nacional de handebol masculino 2016, a equipe MRV/Unicesumar/Paiquerê FM/Londrina encara amanhã o Taubaté, a partir das 16 horas, no ginásio da Emecal, no interior paulista. Será a segunda partida consecutiva dos londrinenses longe de casa – na última quinta-feira, o time sofreu sua primeira derrota no torneio ao perder para o Pinheiros por 34 a 22, em São Paulo.
 
Mas esse revés já passado para o elenco londrinense. Jogadores e comissão técnica já estão totalmente focados no duelo contra os taubateanos. “Acho que temos que virar a chave, o campeonato é curto e não dá tempo de ficar lamentando. Ficaram várias lições do jogo com o Pinheiros e agora é tentar melhorar e fazer uma partida melhor”, disse o técnico Giancarlos Ramirez.
 
Um dos mais experientes do grupo, o goleiro cubano Michael Bravet, de 35 anos, diz que ter atenção durante todo o jogo é indispensável para tentar surpreender os donos da casa amanhã. “Vamos ter mais um adversário duríssimo pela frente e teremos que ter concentração e foco durante todo o jogo. Temos que minimizar os erros”, indicou o arqueiro, que joga a Liga Nacional pela 10ª vez.
 
A MRV/Unicesumar/Paiquerê FM/Londrina está empatada com Maringá, Juiz de Fora e Pinheiros na terceira posição da chave Sul/Sudeste/Centro da Liga Nacional, todos com 4 pontos. O Taubaté lidera a conferência com quatro vitórias em quatro jogos, e 8 pontos, o que já lhe coloca com um pé na segunda fase. Os quatro primeiros da chave se classificam.
cta_finalpost_taubate

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *