Blog do Esporte
26 jun

Marlone salva, Atlético-MG bate a Chapecoense fora de casa e se afasta da zona do rebaixamento

O Atlético-MG conseguiu se afastar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro venceu a Chapecoense por 1 a 0 neste domingo, em Chapecó, e saltou três posições na competição, após 10 rodadas disputadas.

A equipe alcançou os 13 pontos ganhos e agora está na 14ª colocação, com a mesma pontuação que a Chapecoense, que ganha nos critérios de desempate por possuir mais vitórias.

Na próxima rodada do Brasileirão, o Atlético-MG faz clássico com o arquirrival Cruzeiro, no domingo, às 16h, no Independência. Já a Chapecoense vai ao Rio de Janeiro encarar o Fluminense na segunda-feira, dia 3 de julho, 20h.

No duelo deste domingo, Valdívia fez grande jogada do lado direito e cruzou na medida para Marlone. Livre na área, o meio-campista cabeceou sem chances para Jandrei e abriu o placar.

A equipe de Chapecó foi para o ataque e pressionou o adversário, mas a zaga do Atlético-MG tirou como podia duas vezes e evitou o empate, primeiro com Cleiton e depois com Roger Bernardo.

Em seguida, Lourency fez boa jogada na esquerda e cruzou para Rossi, que cabeceou perto do gol de Cleiton.

O jogo

Aos 11, Valdívia escapou pela ponta direita, deu uma bela finta no marcador e cruzou na cabeça de Marlone que, sozinho dentro da área, só precisou escorar de cabeça. 1 a 0.

Seis minutos mais tarde, Apodi foi até a linha de fundo e cruzou. Cleiton saiu muito mal, mas Wellington Paulista não conseguiu aproveitar e mandou para fora.

A Chapecoense voltou a assustar aos 38, já na reta final. Após cobrança de escanteio pela esquerda, Luiz Otávio subiu mais alto que todos e testou firme. Bem posicionado, Cleiton agarrou com segurança.

Aos 34 da etapa complementar, mais uma jogada aérea e mais uma vez a Chape quase empata. Reinaldo foi ao fundo e cruzou na segunda trave, Rossi entrou sozinho, mas não conseguiu pegar em cheio e a bola foi para fora.

FICHA TÉCNICA:
CHAPECOENSE-SC 0 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 25 de junho de 2017 (Domingo)
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Público: 9.013 pessoas
Renda: R$ 179.080
Cartões amarelos: Fabrício Bruno, Luiz Antônio, Lourency e Arthur (Chapecoense); Bremer, Leonan, Rafael Carioca, Otero e Rafael Moura (Atlético-MG)
GOL: Atlético-MG: Marlone, aos 11 do 1º tempo

CHAPECOENSE: Jandrei, Apodi, Luiz Otávio, Fabrício Bruno e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antonio (Lourency) e Lucas Mineiro (Nenén); Rossi, Wellington Paulista (Túlio de Melo) e Arthur. Técnico: Vagner Mancini.

ATLÉTICO-MG: Cleiton; Yago, Matheus Mancini, Rodrigão (Bremer) e Leonan; Roger Bernardo, Rafael Carioca, Marlone, Otero (Luan) e Valdívia; Rafael Moura. Técnico: Roger Machado.

Fonte

Deixe um comentário?

  1. Edson Luiz Izidoro Gama 15 de julho de 2020 as 16:32

    Olá!
    Se o Galo era o atual campeão brasileiro da época (1937), e foi pra uma disputa de torneio internacional com reconhecimento da Entidade Européia, e venceu, recebendo o troféu chamado ” Campeão do Inverno Europeu “, pode-se dizer que o Atlético Mineiro é também Campeão Mundial?

    Responder
  2. RODRIGO EDVALDO DOS SANTOS 11 de julho de 2020 as 15:32

    Olá Meu nome e RODRIGO EDVALDO eu gostaria muito de ter essa sorte d participar desse esporte tão sonhado eu queria muito provar o meu valor sei que eu vim ao mundo com um propósito de der um vencedor pôs eu já minhaxo um campeão sei que paresse loucura eu dizer essas coisas más e oq eu sinto muita vontade mostrar o meu valor pós a cada ano eu vejo novos lutadores talentosos pós eu queria provar ser más um deles sei que não e um esporte pra brincadeiras más e dessa brincadeira que eu amo 💓✌😎👊💥

    Responder
  3. Jucimara Lochstein 20 de maio de 2020 as 21:49

    Boa noite, gostaria de saber quem é o autor, pois quero colocar algumas coisas no meu trabalho sobre Voleibol.

    Responder
    • MRV no Esporte 29 de maio de 2020 as 10:10

      Olá Jucimara!
      Você pode citar a fonte em seu trabalho como Blog MRV no Esporte e origem portal ESPN 🙂

      Responder
  4. osande 15 de maio de 2020 as 08:50

    a meia lua da área grande serve para que os jogadores fiquem atrás da linha enquanto a cobrança é executada

    Responder
  5. Allan 23 de abril de 2020 as 14:45

    a melhor seleção que já vi jogar, jogava com arte, era muito lindo

    Responder

0-20-3