Lucas destaca grupo na vitória do Macaé

Aos 25 minutos do primeiro tempo, João Carlos viu a bola limpa na sua frente, na marca do pênalti, mas o chute do atacante parou incrivelmente nas mãos de Douglas. Oito minutos depois, foi a vez de Marquinho receber belo passe de Romário, sair cara a cara com o goleiro e perder chance clara de gol. Quarenta e dois minutos: Douglas Assis subiu mais que a zaga, acertou a cabeçada, mas não conseguiu passar pelo xará. Restou, então, a Lucas ter a tranquilidade que seus companheiros não tiveram, matar no peito e balançar as redes do Caxias praticamente no último lance antes do intervalo – esse foi o primeiro gol do volante nesta Série C.

Diante de um Moacyrzão vazio, a comemoração dos jogadores do Macaé ecoou pelas arquibancadas. Aquele seria o único gol da equipe na vitória por 1 a 0 sobre os gaúchos, o suficiente para tornar herói o camisa 8, conforme definiu o manual do futebol ao longo desses anos. No entanto, esse é um posto que Lucas recusa a assumir.

– O sentimento é sensacional. O futebol nos proporciona cada coisa que só quem está ali dentro para sentir. Hoje foi um dia guardado na memória. Não só pelo gol, mas pela classificação. Nosso grupo merece. O gol foi um detalhe. A gente vinha comentando que o jogo não podia ter um herói. Acho que não podemos classificar uma pessoa como herói. Não é clichê, mas o grupo inteiro é merecedor para caramba. Tanto que no gol, todo mundo veio me abraçando. Quando acabou, a festa no vestiário foi incrível. A felicidade foi muito grande
– disse o volante.

Lucas é um volante de traços modernos, que não só limita-se a defender como, volta e meia, também aparece como elemento surpresa no ataque. No lance específico do gol, no entanto, o camisa 8 revela que uma orientação de Josué Teixeira foi fundamental.

O adversário do Macaé na fase final da Série C está definido: será contra o Fortaleza, com o primeiro jogo no dia 19 de outubro, em princípio no Moacyrzão. Por enquanto, Lucas acredita que é a hora de comemorar a vitória e a classificação. Pensar no duelo das quartas, só a partir de segunda-feira.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *