Vôlei: quais são as competições mais interessantes do Brasil e no mundo?
Foto: Divulgação

Vôlei: quais são as competições mais interessantes do Brasil e no mundo?

Você sabia que o Brasil é uma potência mundial no vôlei? A cultura dessa modalidade vem crescendo no país desde a década de 90, quando as seleções nacionais começaram a trilhar um caminho de conquistas nas maiores competições de vôlei mundo afora.

Desde então, as seleções e clubes brasileiros representam uma referência no vôlei. Prova disso é o grande número de títulos distribuídos entre os representantes do país: são títulos da Liga Mundial, Grand Prix, torneios olímpicos, entre outros.

Neste post, você vai explorar mais a fundo três das competições de vôlei mais interessantes do cenário brasileiro e mundial. Vamos começar?

Liga Mundial

Criado em 1990, a Liga Mundial é o principal torneio do vôlei masculino entre seleções. Organizado pela FIVB (Federação Internacional de Voleibol), a Liga Mundial de Vôlei é disputada anualmente e se tornou um dos principais eventos da modalidade no mundo todo.

Contando com 9 títulos, o Brasil é o maior vencedor atualmente. Em 2017, a fase final da Liga foi disputada em Curitiba e a França acabou ficando com o ouro, batendo o Brasil na decisão.

A disputa acontece em uma fase preliminar, em grupos e jogos de ida e volta. Os classificados jogam pelo grande título na fase final, e o torneio acontece em um país-sede.

Grand Prix

O Grand Prix é o torneio mais importante do vôlei feminino depois do Torneio Olímpico: ele está para a modalidade no feminino assim como a Liga Mundial está para o masculino. Criado em 1993, o Grand Prix teve a seleção de Cuba como sua primeira campeã.

O torneio é um enorme sucesso na Ásia, onde países de tradição como Japão, China e Coreia do Sul atraem muita audiência no vôlei feminino. Por isso, a maioria das fases finais acontecem neste continente.

Normalmente, o modelo é parecido com o da Liga Mundial, onde ocorre uma fase preliminar e a fase final no país-sede com os qualificados. O Brasil também domina a modalidade: são 12 títulos na história, número que fez do país o maior vencedor da competição e atual campeão.

Torneio Olímpico

O vôlei entrou no programa olímpico em 1964, nos Jogos de Tóquio, no Japão. Antes, ele já havia sido disputado como um evento especial de apresentação à modalidade.

Por meio da Copa do Mundo, torneios qualificatórios continentais e mundiais, 11 países se classificam e se juntam ao país-sede, formando os doze em cada evento: masculino e feminino.

Então, dois grupos com seis equipes são formados conforme o ranking mundial. As equipes jogam entre si, todas contra todas, e os quatro melhores — colocados a partir da pontuação somada — avançam para as fases finais.

Em cruzamentos simples, o torneio continua até que se conheça o campeão olímpico. Uma potência recente, o Brasil soma 5 medalhas de ouro, 3 de prata e 2 de bronze no vôlei masculino e feminino.

Uma curiosidade é que a partir de 1996, em Atlanta, nos Estados Unidos, o vôlei de praia também entrou no programa olímpico. A novidade impactou a modalidade do evento como um todo e expandiu o leque de vitórias do Brasil.

E aí, gostou de conhecer as principais competições de vôlei? Então aproveite para ficar por dentro das 6 maiores curiosidades sobre esse esporte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *