Foto: Divulgação

Sendi/Bauru vence Minas em São Carlos e quebra sequência negativa

Após duas derrotas consecutivas no NBB10, Dragão vence com 19 pontos de diferença, por 89 a 70

O Sendi/Bauru Basket fechou 2017 com vitória contra o Minas, por 89 a 70, no final da tarde até o começo da noite deste sábado (23), no ginásio Milton Olaio Filho, em São Carlos (162 quilômetros de Bauru). Duda Machado foi destaque da última partida do time em 2017.

A partida, válida pelo NBB Caixa, foi a última do atual campeão brasileiro no ano, e também a última em que o Dragão teve de atuar como mandante longe do ginásio Panela de Pressão em virtude de punição do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) por incidentes nas finais do NBB 9.

O próximo compromisso do Sendi/Bauru pelo campeonato nacional será no dia 4 de janeiro (uma quinta-feira), diante do Botafogo no Rio. Quatro dias depois, numa segunda-feira (8/1), contra o Vitória, o Dragão volta a receber um jogo do NBB na Panela.

Na vitória contra a equipe mineira, neste sábado, destaque para a atuação de Duda Machado, que anotou 15 pontos e terminou como cestinha do Dragão.

“Depois de um jogo onde fomos muito mal, principalmente na parte defensiva (derrota contra o Flamengo), soubemos mudar a postura e fazer um grande jogo contra o Minas. Enfrentamos um adversário qualificado, mas conseguimos nos manter sempre na frente com a diferença na casa dos dez pontos. Isso deu segurança para o time garantir a vitória nesse último jogo”, diz Duda.

Também contribuíram para o triunfo bauruense Anthony, Matulionis e Renan Lenz, com 12 pontos cada. O pivô Shilton também se destacou ao capturar 9 rebotes, sendo 7 defensivos.

Para o técnico Demétrius Ferracciú, a equipe conseguiu impor o ritmo de jogo e manter a intensidade para vencer a equipe mineira. “Foi uma grande vitória, encaramos um adversário muito qualificado que é o Minas. Agora teremos um tempo de descanso, mas a sequência que teremos em janeiro é muito difícil, na sequência tendo a Liga das Américas (em fevereiro), por isso temos que encarar as partidas como fizemos hoje (nesta quinta), brigando por cada bola e não deixando o adversário gostar do jogo. Tivemos uma boa defesa e fomos eficientes no ataque, tanto que vários jogadores pontuaram na casa dos dois dígitos”, analisa o técnico.

O JOGO

Recuperado de uma amigdalite, o armador norte-americano Kendall Anthony voltou ao quinteto inicial no lugar do argentino Stefano, fazendo companhia ao capitão Alex, Isaac, Renan e Hettsheimeir nos titulares do Dragão.

Os primeiros dois pontos do jogo vieram em cravada de Renan Lenz após assistência de Alex. Dois tiros de fora seguidos de Renan Lenz e Isaac levaram a vantagem para 5 pontos (12 x 7) na metade do primeiro quarto. Outra de fora de Renan levou o Sendi/Bauru abrir a maior vantagem no primeiro quarto: 17 x 7 restando pouco menos de quatro minutos.

Mas o norte-americano Roquemore manteve o Minas no jogo anotando 11 pontos no primeiro quarto e deixando a vantagem do Dragão em 5 (25 x 20).

Com uma defesa muito forte, o Dragão segurou o Minas, que até a metade do segundo quarto só havia anotado 2 pontos. Em contrapartida, com Duda e Matulionis certeiros no ataque, Bauru abriu vantagem de 12 pontos (37 x 22) nos primeiros 5 minutos.

O Minas tentou acelerar o jogo com o armador Gegê e, mais uma vez, apostando nas jogadas de infiltração de Roquemore. Mas, Bauru foi para o intervalo com 11 pontos de frente (41 x 30).

O terceiro quarto começou com Minas buscando a reação, mais uma vez com Roquemore, que concentrava as jogadas de ataque. O Dragão seguia firme na defesa e manteve a diferença na casa dos dez pontos até o minuto final, quando Lelê e Evan, em lance livre e bandeja, baixaram a vantagem bauruense para 6 pontos (58 x 52).

O último período começou com a mesma intensidade. Minas se organizava em quadra e encostava no placar. Restando pouco menos de 6 minutos para o fim do último período, o norte-americano Rush acertou bola de três para o time mineiro. Alex respondeu na mesma moeda e manteve a distância no placar em 12 pontos (71 x 59).

No fim, bola na mão de Duda Machado que chutou para mais três pontos e selou a vitória do Dragão por 19 pontos: 89 x 70.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *