Foto: Divulgação

São Paulo é o primeiro clube da Série A a atingir 2 mil gols no Brasileirão

Petros se tornou o autor do gol de número 2.000 da história do São Paulo no Campeonato Brasileiro, o primeiro clube da elite do futebol brasileiro atingir o feito na competição nacional.

Coincidentemente, o Tricolor também foi o primeiro clube a atingir o feito de 1.000 gols na Série A. O autor do gol mil são-paulino foi o ex-goleiro, e hoje treinador, Rogério Ceni no empate do time do Morumbi por 1 a 1 com o Internacional, no dia 17 de outubro de 2000.

O Cruzeiro é o segundo do ranking, com 1.896 gols, mais de cem a menos que o ataque são-paulino, mesma quantidade de jogos que a Raposa tem a menos que o Tricolor.

Em seguida, outro paulista, o Santos. O Peixe tem 1.867 gols marcados em 1.707 partidas. O Atlético-MG figura na quarta colocação com 1.854 tentos e o Flamengo fecha o pódio com a marca d e 1.780 gols no nacional.

Confira quem mais anotou os gols de números significativos para o clube nesta competição:

  • Gol nº 1: Terto, 40min/1ºT: São Paulo 1 x 3 Santos – 14/08/1971;
  • Gol nº 100: Mirandinha, 31min/1ºT: São Paulo 1 x 1 Portuguesa – 14/11/1973;
  • Gol nº 500: Careca, 45min/1ºT: São Paulo 4 x 0 Ceará (2º gol do jogo) – 14/09/1986;
  • Gol nº 1000: Rogério Ceni, 3min/2ºT: São Paulo 1 x 1 Internacional – 17/10/2000;
  • Gol nº 1500: Rogério Ceni, 34min/1ºT: São Paulo 2 x 1 Botafogo – 20/07/2008;
  • Gol nº 2000: Petros, 27min/1ºT: São Paulo 1 x 1 Corinthians – 24/09/2017.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 1 CORINTHIANS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 24 de setembro de 2017, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa e Thiago Henrique Neto Corrêa (ambos do RJ)
Cartões amarelos: SÃO PAULO: Júnior Tavares, Lucas Fernandes. CORINTHIANS: Gabriel, Balbuena, Rodriguinho, Clayson
Público: 61.142 pessoas
Renda: RS 1.719.056,00

GOLS:
SÃO PAULO:
 Petros, aos 27 minutos do 1T
CORINTHIANS: Clayson, aos 32 minutos do 2T

SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Robert Arboleda, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Petros; Marcos Guilherme (Maicosuel), Hernanes, Christian Cueva (Jucilei) e Lucas Fernandes (Denilson); Lucas Pratto
Técnico: Dorival Júnior

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel (Clayson), Maycon, Jadson (Marquinhos Gabriel), Rodriguinho e Romero (Camacho); Jô
Técnico: Fábio Carille

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *