Foto: Divulgação

Quer jogar futebol ainda melhor? Confira essas 10 dicas

Ter habilidade com os pés é fundamental para ser um jogador de destaque, mas enganam-se aqueles que pensam que isso é o suficiente para o futebol. Para ter êxito no esporte, é preciso se dedicar bastante e seguir uma série de tarefas para melhorar o desempenho.

Ficou interessado pelo assunto e quer conhecer algumas estratégias que o farão jogar futebol melhor ainda? Então, continue com a leitura e confira as nossas 10 dicas abaixo e seja um expert no esporte!

1. Aprenda mais sobre o esporte mais popular da Terra

11 contra 11 no futebol de campo, 5 na quadra tipo salão e 7 atletas para cada time no futebol society. Além disso, saiba que o número de substituições, cores e significados dos cartões de advertência variam conforme a modalidade praticada.

É importante que você conheça as regras até para ter uma participação em campo mais decisiva para sua equipe. Imagine que, ao final do segundo tempo em um jogo de futebol de campo, sua equipe esteja ganhando por apenas 1 gol e ainda pode fazer mais uma substituição.

O zagueiro está cansado, mas não demonstra qualquer preocupação em sair. Tudo pode mudar por essa atitude, concorda? Você, conhecendo as regras, avisa o companheiro para ir descansar enquanto um beque novo em folha entra para ajudar a garantir a vitória do time — viu como é importante conhecer as regras do jogo?

2. Aposte no preparo físico

Essa é a regra de ouro em quase todo o esporte, já que para conseguir realizar com excelência a atividade é necessário ter disposição. Imagine se movimentar por 90 minutos, quase que ininterruptamente — isso sem contar os acréscimos. Parece uma tarefa que exige muito fôlego e pique, certo?

Por isso, é muito importante que o atleta se prepare apostando em atividades que melhorem o seu condicionamento físico. O ideal é que o jogador fique apto a correr longas distâncias, sem ficar ofegante e desanimado. Esse, sem sombra de dúvidas, é um dos primeiros passos para se destacar em campo.

3. Acredite no poder do grupo

Se fosse para uma pessoa resolver tudo sozinha, não haveria necessidade de ter 11 jogadores em cada um dos lados do campo, concorda? Então, tenha em mente a importância de trabalhar o coletivo para obter êxito nas partidas.

Não tente resolver tudo individualmente, até porque esse tipo de atitude renderá um apelido não muito legal entre os amigos, o famoso “fominha de bola”. Ou seja, aquele jogador que não sabe compartilhar as jogadas e pensa que é o único que está no jogo.

Portanto, não seja esse tipo de pessoa e entenda que cada colega contribuirá não só para a vitória, mas também com o seu crescimento enquanto jogador.

4. Vá aos treinos

O ditado que diz que a “prática leva à perfeição” nunca fez tanto sentindo, uma vez que o treinamento pode levá-lo a um patamar mais avançado. Portanto, dedique um tempo a essa atividade que, além tudo, vai melhorar a sua qualidade de vida.

Lembre-se de que esse é o momento propício para aprender a jogar futebol ainda melhor e, claro, se divertir. Então, nada de faltar aos treinos, combinado? Trate logo de já deixar reservado na agenda esse compromisso.

Tenha em mente, também, que os técnicos o ajudarão a despertar o seu potencial máximo durante os treinos. Afinal, eles têm dicas e macetes capazes de aperfeiçoar o seu estilo de jogo.

5. Respeite os adversários

Não são raros os casos em que os jogadores menosprezam o adversário, acreditando que o jogo já está ganho antes mesmo de entrar em campo. E pode apostar que essa é a fórmula exata para se dar mal na partida. O atleta deve pensar que cada competição é única, e por isso, deve se doar ao máximo para que a partida seja de alto nível.

Não se esqueça também que a persistência e o comprometimento são características comuns dos grandes jogadores, e que para ter um rendimento diferenciado é preciso contar com uma alimentação saudável e com boas noites de sono.

6. Tenha uma chuteira confortável

O equipamento adequado é o começo de uma prática esportiva mais segura — e é assim para todos os esportes. O tenista, por exemplo, precisa de uma boa raquete e calçados adequados para o saibro ou outro tipo de solo, já os velocistas necessitam de um tênis com solado novo, leve e resistente.

É claro que um bom equipamento não garante um alto desempenho dos atletas, é apenas um recurso para potencializar as habilidades de quem pratica esporte, certo? O mesmo pode se dizer sobre as chuteiras, que não o tornarão um excelente jogador apenas por estar em seus pés, afinal, muito treino e trabalho duro é que são os fatores determinantes para uma boa atuação em campo.

As chuteiras de trava de alumínio são as mais recomendadas para quem vai jogar em grama alta ou molhada. As travas de borracha são melhores para o solo sintético, mas se o jogo for em quadra de futsal, o solado aderente é o mais indicado. Assim, ele terá mais estabilidade e segurança para correr e demonstrar seus dotes futebolísticos!

7. Confie na sua habilidade

Tanto quem leva a sério a carreira no futebol quanto quem é atleta de fim de semana sabe como esse esporte exige inteligência para agir e rápidas tomadas de decisão. A escolha de dar um toque a mais na bola, por exemplo, pode fazer a diferença entre sair na cara do gol e adiantar demais a pelota e ser desarmado por um marcador, não é verdade?

Por isso, toda vez que for jogar, tente ser rápido em seu raciocínio. Tudo bem segurar a bola um pouco mais para tentar um belo drible ou uma jogada de efeito, mas não deixe que isso se torne regra. Nada é pior do que jogar no time do sujeito que é até bom de bola, mas só toma decisões erradas na hora da partida.

Jogar futebol é uma paixão de quase todos os brasileiros. Então, lembre-se que toda a equipe quer participar e se divertir. Portanto, mesmo que você seja habilidoso, não exagere nos dribles e dê o passe consciente. Agora, se o opoente insiste em marcar com as pernas entreabertas, não perdoe e aplique uma “caneta” para ensinar a importância da marcação de perto e não entrar de “primeira” para tentar tomar a bola.

8. Seja responsável com sua alimentação

Essa é uma dica elementar para qualquer prática esportiva, concorda? Quem já não foi jogar bola depois do almoço e teve a sensação de estar preso ao chão? Para correr é uma dificuldade, para disputar uma bola dividida falta fôlego, e se precisar alcançar um atacante que disparou em sua frente? Vai faltar ar, mas isso não quer dizer falta de preparo físico.

O correto é se alimentar, em média, 2 horas antes da atividade esportiva — e nada de comer feijoada ou pizza. É importante ingerir carboidratos de fácil digestão como os integrais, folhas e verduras, e se hidratar em abundância, principalmente em épocas de calor.

Além disso, consultar um nutricionista pode ser uma boa ideia. Isso porque ele indicará a dieta mais adequada para o seu perfil de atleta e, ainda, poderá dar algumas dicas importantes caso se pretenda emagrecer ou fortalecer a musculatura.

9. Pesquise sobre posicionamento e tática no futebol

É bom aprender sobre esses temas até para poder criticar seu time do coração com mais propriedade, não é mesmo? Mesmo que não seja um exímio jogador, conseguir ajudar os seus companheiros a se posicionarem e a ocuparem o campo de forma inteligente já é uma ótima colaboração com a equipe, pois, não se trata de uma tarefa simples.

Não precisa ser um expert, mas entender a movimentação da equipe dentro do campo é essencial se você pretende aprimorar sua performance. Afinal, não adianta ser veloz e ter o posicionamento incorreto, não é mesmo? Se você não está no local certo para receber um passe e armar um contra-ataque, por exemplo, sua qualidade de velocista não está sendo bem aproveitada.

Assim, se cada jogador estiver cumprindo a função que cabe à sua posição, a tática da equipe tem mais chances de sair vencedora da disputa. Sem contar que se posicionar de forma errada dentro do campo pode levar à exaustão corporal e, consequentemente, a uma “bola nas costas”, por exemplo — já pensou?

Ter conhecimento sobre tática e posicionamento pode ajudar o time a evitar gols bobos e colaborar para que os jogadores trabalhem melhor em equipe. Os melhores times são aqueles em que o lateral ou zagueiro desarma o adversário e nem precisa pensar duas vezes antes de fazer um lançamento.

Já sabe exatamente onde estará posicionado seu companheiro de equipe para melhor receber o seu passe. Esse nível de entrosamento é possível de ser analisado em praticamente qualquer time que joga junto há algum tempo.

Observe também a reposição de bola dos goleiros, por exemplo. Você vai reparar que, não por acaso, eles visam o jogador que quase sempre já passou do meio de campo em direção à área do adversário.

10. Divirta-se ou o jogo não valeu a pena

Agora, se você se irrita facilmente com um lançamento mal feito pelo colega, um belo gol do adversário ou mesmo por ser substituído, é possível que o esporte esteja colaborando ainda mais para esse seu sentimento negativo do que para o seu lazer.

Mais importante que jogar futebol é se divertir durante a partida. O esporte colabora para liberar adrenalina e serotonina, afastando de vez o mau-humor e a melancolia. Sem contar que a prática dessa atividade é a certeza de encontrar os amigos, passar bons momentos com pessoas que você gosta e, principalmente, praticar o esporte mais popular do mundo.

Acredite, seguindo as nossas dicas você será um craque, conquistando — quem sabe — até mesmo o título de melhor em campo. Afinal, jogar futebol vai além de uma preferência nacional, faz parte da nossa cultura!

Agora que você já sabe como jogar futebol em alta performance, que tal dar uma olhada em nossas dicas de como se tornar um atacante verdadeiramente ousado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *