Foto: Divulgação

Na volta de Victor, Atlético-MG vence URT e avança para sua 11ª final consecutiva do Mineiro

O Atlético Mineiro recebeu o URT pela segunda partida da semifinal, neste domingo, e saiu com a vitória por 3 a 0. O triunfo colocou a equipe de Roger Machado em sua 11ª final de estadual seguida. O Atlético agora espera o adverário que sai do duelo entre Cruzeiro x América-MG.

No primeiro jogo da semifinal, as equipes empataram por 1 a 1, no Mineirão, domingo passado. Por ter feito a melhor campanha na primeira fase, o time alvinegro jogou por um novo empate ou vitória por qualquer placar. Ao clube de Patos de Minas, apenas o triunfo interessava.

A novidade no jogo foi anunciada antes da partida. O goleiro Victor, que foi relacionado após quatro meses se recuperando de uma lesão no ombro, entrou como titular da decisão.

O Atlético Mineiro, mesmo com a vantagem do empate, começou o jogo pressionando os visitantes, porém sem nenhuma chance clara de gol. Até os 15 minutos, o URT não conseguiu oferecer perigo a Victor.

Aos 16 minutos, aconteceu a primeira oportunidade dos visitantes. Cascata cobrou falta baixa e a bola passou por todo mundo, na frente do gol do Atlético. O lateral direito Marcos Rocha se abaixou para afastar a bola. URT segurou a pressão do Atlético-MG e, com a posse de bola, ia articulando as jogadas.

Na parte final do primeiro tempo, o Atlético voltou a comandar a partida. Aos 35 minutos, o Galo, em sua primeira chance clara de gol, marcou. Após cobrança de falta rápida, Marcos Rocha recebeu na direita, cruzou para Rafael Moura, que marcou o primeiro da partida.

Foi o quinto gol do atacante que substitui Fred. Na comemoração, os jogadores do Atlético foram abraçar o treinador Roger Machado, que sofre críticas de parte da torcida.

Domínio Alvinegro

O segundo tempo começou com bola na trave do Atlético. Rafael Carioca pegou de primeira sobra após erro da saída de bola da URT e acertou o travessão de Juninho. O jogo se tornou mais fácil aos 10 minutos do segundo tempo. Após erro da defesa do URT, a bola sobrou com Rafael Carioca, que tocou errado para Rafael Moura. O atacante sofreu pênalti. Robinho cobrou e marcou o segundo do Atlético na partida.

 

Com a vantagem no placar, o Altético continuou pressionando seu adversário. Aos 14 minutos, Rafael Moura recebeu sozinho e em condição legal. Ele invadiu a área, mas bateu mascado.

Marlone, que participou bem das jogados de ataque, deu belo passe para Robinho aos 20 minutos. O atacante finalizou forte, mas para fora, perdendo boa chance para aumentar o placar.

Aos 29 minutos, após troca passes no campo de ataque, Otero bateu de fora da área, a bola passou muito perto da trave de Juninho.

O goleiro Victor não precisou fazer nenhuma defesa durante toda a partida. O URT não conseguiu trocar passes, principalmente no segundo tempo, e só ficou atrás do meio de campo.

Já no fim, Otero marcou o terceiro do Atlético. Cazares escorregou, mas conseguiu tocar para Marcos Rocha, o lateral deu boa assistência para Otero, que entrou sozinho e marcou.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-MG 3 X 0 URT

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 23 de abril de 2017, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Igor Júnio Benevenuto
Assistentes: Cleisson Veloso Pereira e Renato Cardoso Conceição
Gols: Rafael Moura, aos 35 minutos do primeiro tempo e Robinho, aos 12, e Otero aos 45 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Marlone, Leonardo Silvam Rafael Moura (Atlético-MG) Diogo Oliveira, Dick, Thiago Brito, Léo (URT)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel (Felipe Santana) e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias, Marlone e Maicosuel (Otero); Robinho (Cazares) e Rafael Moura. Técnico: Roger Machado

URT: Juninho; Dick, Diego Borges, Rodolfo e Léo; Jô, Cascata (Jordã), Diego Oliveira (Carlinhos) e Allan Dias; Thiago Brito e Marques (Rafael Oller). Técnico: Rodrigo Santana

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *