Macaé bate a Cabofriense no Moacyrzão e cola no G4

Macaé bate a Cabofriense no Moacyrzão e cola no G4

Com a vitória de 2 a 1, Alvianil Praiano chegou aos 18 pontos e dormirá na quinta colocação do Carioca

O Macaé conquistou um importante resultado na briga por uma vaga no G4. Diante de sua torcida, o Alvianil Praiano bateu a Cabofriense por 2 a 1 na noite desta quarta-feira (11), no Moacyrzão. Giancarlo e Fernando Santos marcaram para o Leão, enquanto Gilcimar descontou para os visitantes. Com o resultado, o Alvianil chega aos 18 pontos – foi a quarta vitória seguida -, e dormirá na quinta posição. O Macaé pode ser ultrapassado apenas pelo Madureira, que nesta quinta-feira (12) enfrenta o Friburguense no Eduardo Guinle, em Nova Friburgo.

Diante de sua torcida, o Macaé tomou a iniciativa no jogo e chegou com perigo logo aos 18 minutos. Fernando Santos recebeu passe na entrada da área, cortou o zagueiro e bateu firme, para a boa defesa de Rafael. Porém, três minutos depois não teve jeito. O próprio Fernando Santos fez boa jogada na direita do ataque alvianil e cruzou para o meio da área, na medida para o artilheiro Giancarlo só empurrar para as redes.

 

O Macaé seguiu melhor na partida e ampliou a vantagem aos 26 minutos. Brinner acertou lançamento primoroso do campo de defesa e deixou Fernando Santos na cara do gol. O meia dominou e tocou por cobertura na saída de Rafael, que espalmou. No rebote, o mesmo Fernando Santos ganhou do zagueiro Victor Silva na corrida para empurrar para as redes. O Alvianil Praiano quase chegou ao terceiro aos 43 minutos. Gedeil recebeu na entrada da área e arriscou. A bola tinha endereço certo, mas Rafael foi buscar e espalmou para escanteio.

 

Na etapa final, o estreante Edson Souza resolveu mexer na Cabofriense. Saíram Têti e Maycon para as entradas de Gilcimar e Marcinho, respectivamente. O Tricolor Praiano teve mais posse de bola nos primeiros minutos, mas pouco assustou o gol de Ricardo Berna. Os visitantes chegaram com perigo aos 9 minutos. Leandro achou Gilcimar na entrada da área. O atacante girou sobre a marcação e bateu para a defesa segura de Ricardo Berna.

 

No lance seguinte, quase o terceiro do Macaé. Bruno Santos cruzou para Giancarlo, que bateu firme de canhota. A bola explodiu na zaga e se perdeu na linha de fundo. A chance mais clara até então veio aos 12 minutos. Bruno Santos cruzou na cabeça de Giancarlo que testou firme. Rafael voou na bola e operou um verdadeiro milagre, salvando com a ponta dos dedos.

 

Quando o Macaé era melhor, a Cabofriense descontou aos 14 minutos. Após bate e rebate na área, a bola sobrou limpa para Gilcimar bater e marcar o único gol da Cabofriense na partida. O terceiro do Macaé quase veio aos 17, em cobrança de falta de Éberson, mas a bola mais uma vez parou nas mãos de Rafael, que fez defesa com a ponta dos dedos.

 

Os donos da casa ainda tiveram uma última oportunidade de fazer o terceiro aos 41 minutos. Fernando Santos recebeu livre e avançou em direção ao gol. Na finalização, a bola passou a esquerda do gol de Rafael, tirando tinta da trave. A partir daí, o Macaé administrou o resultado para garantir mais uma vitória no Carioca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *