Foto: Divulgação

Gocil/Bauru joga bem e vence o Pinheiros, forçando o quarto jogo na série semifinal do NBB

Pressionado pelas duas derrotas no início da série semifinal do Novo Basquete Brasil (NBB) 2016/17, o Gocil/Bauru atuou bem e ganhou do Pinheiros por 94 a 77, nessa segunda-feira (15) à noite, no ginásio Panela de Pressão. O resultado mantém o Dragão vivo na semi, pois um tropeço significaria a eliminação – a série agora está em 2 a 1 para o time da capital paulista.

Com o triunfo dessa segunda, diante de 1.897 (público oficial divulgado pelo Bauru Basket), o time forçou o quarto jogo, que será realizado neste sábado, às 14h, em São Paulo. Novamente os bauruenses entrarão em quadra com a obrigação de vencer para empatar a série e disputar o jogo 5, agendado para a próxima terça-feira (23). Na outra semifinal, o Paulistano varreu o Vitória (3 a 0) e já garantiu vaga na final.

O JOGO

O jogo começou equilibrado, com Gemerson e Bennett indo bem pelo lado do Pinheiros e Valtinho e Léo Meindl por Bauru. Com o cronômetro próximo de zerar, Meindl fez grande jogada individual, passou pelo marcador e passou para Jefferson chutar de três, deixando o Dragão na frente, 18 a 17. Já o segundo período teve o time visitante com mais volume ofensivo, com Ansaloni anotando oito pontos seguidos, Renan Lenz convertendo bola de três e Holloway pontuando. No último lance, Neto ainda acertou chute do perímetro, usando a tabela, e o Pinheiros foi para o intervalo ganhando por 46 a 34.

Se nos dois jogos anteriores, quando perdeu, o terceiro período foi muito ruim para o Bauru, desta vez foi justamente nesta etapa da partida que o time mais rendeu, fazendo o dobro de pontos do adversário (34 a 17). Com Alex e Jefferson inspirados no ataque, e com a defesa funcionando e forçando os erros dos principais jogadores do Pinheiros – incluindo Holloway, que desequilibrou nos primeiros jogos – o Bauru foi tirando a diferença, até virar com bola de Shilton. A partir daí, os times se alternaram na liderança do placar, com os donos da casa consolidando a virada, fechando a parcial cinco pontos à frente, 68 a 63.

No último período, novamente Alex e Jefferson tiveram atuação destacada, tanto nos chutes de dois quanto nos de três pontos, e Léo Meindl e Gui Deodato também contribuíram no ataque. A defesa seguiu eficiente, anulando as principais peças da equipe visitante.  Nos minutos finais, Bauru controlou o placar e fechou o jogo em 94 a 77.

Confiança

O bom desempenho na volta do intervalo mostrou que o Gocil/Bauru recuperou a confiança dentro da série semifinal. “A gente conversou muito no vestiário, precisava ganhar um jogo para mudar a cara dessa série. A nossa defesa encaixou e no final todos estavam bem confiantes. E é com essa esperança que vamos para São Paulo”, destacou o cestinha Jefferson, que fez 31 pontos.

O técnico Demétrius Ferracciú também enalteceu o resultado. “Foi um jogo para quem acreditava na gente, e conseguimos vencer. A torcida nos apoiou, fez uma grande festa. Marcamos bem no um contra um, os norte-americanos tiveram que chutar muitas bolas forçadas. No intervalo, a gente viu que se não jogasse, a ‘vaca ia deitar’, e foi em cima disso que o time reagiu, pois temos jogadores experientes e com vontade de fazer algo mais”, citou o treinador, que lembrou ainda que jogadores como Jefferson e Alex tiveram atuação destacada.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *