Galo vence e garante liderança no Grupo 5 da Libertadores

Galo vence e garante liderança no Grupo 5 da Libertadores

A vitória de 1 a 0 do Atlético-MG sobre o Independiente del Vale,na noite desta quarta-feira, no Independência, pela segunda rodada do Grupo 5 da Taça LIbertadores, foi bastante valorizada pelos jogadores do Galo. Apesar do placar apertado, o atacante Lucas Pratto, que fez o gol logo aos três minutos de partida, destacou a boa atuação da equipe.

– Poderíamos ter matado o jogo. No segundo tempo também tivemos oportunidades, pênaltis que não foram marcados. O time está bem, temos que continuar crescendo. É a segunda partida da Libertadores. É importante manter a solidez defensiva e pensar no ataque pra continuar melhorando – disse o argentino.

Opinião parecida teve o goleiro Victor, que viu o Galo melhor em campo e merecedor da vitória no Horto.

– De uma forma geral, o Atlético mereceu a vitória. Teve melhores oportunidades, maior volume de jogo. Deixamos de matar, mas valeu pelos três pontos. Objetivo alcançado e que nos deixa na liderança do grupo – lembrou o jogador em entrevista.

Sobre Cazares, que fez sua estreia oficial com a camisa atleticana (já havia atuado pelo Torneio da Flórida), e Robinho, que entrou justamente no lugar do meia equatoriano, aos 11 minutos do segundo tempo, Pratto e Victor gostaram, principalmente, da atuação do primeiro, que foi um dos destaques da partida. Quanto a Robinho, ambos compartilharam da opinião de que o atacante precisa ganhar mais ritmo.

– Cazares e Robinho são jogadores diferentes. Precisamos desta qualidade. Ele (Cazares), Robinho e Dátolo são muito importantes para dar passes para mim. Sei que eles precisam condicionar fisicamente, mas creio que estamos em um bom caminho – analisou o argentino.

– O Cazares demonstrou muita qualidade, é um jogador muito inteligente. O Robinho tem um potencial técnico muito grande. Talvez ainda esteja sentindo um pouco a falta de ritmo de jogo, mas tenho certeza que vai nos ajudar muito durante o ano. Pela dificuldade que foi a partida, temos que vibrar. Cada triunfo é importante na Libertadores. Todas as vitórias têm que ser comemoradas – finalizou Victor.

Fonte:

cta_finalpost_atletico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *