Futebol no Brasil: conheça os maiores marcos do esporte no nosso país
Foto: Divulgação

Futebol no Brasil: conheça os maiores marcos do esporte no nosso país

O futebol no Brasil é o esporte mais praticado, somando mais de 30 milhões de adeptos. Junto da fome de bola que aflora “no país do futebol” vem também a curiosidade, independentemente da época.

Fato é que o esporte gera a sensação de pertencimento, tornando-se para alguns uma questão de vida ou morte. Não acredita? Basta verificar algumas notícias. Existem casos de pessoas que tiveram um infarto fulminante ao assistir uma partida do time de coração. Sem falar daquelas que perdem até amizade caso falem mal do seu clube.

Tão amado no Brasil, é natural que as pessoas queiram entender mais sobre o esporte. Dúvidas e questionamentos sobre os marcos dessa modalidade no país e tudo o que ele proporcionou de importante são frequentemente levantados, certo?

Se você está nesse seleto grupo e gostaria de saber um pouco mais sobre o futebol no Brasil, basta continuar a leitura!

A história do futebol no Brasil

Os registros apontam que o futebol chegou ao Brasil em 1894, pelo paulista Charles Miller, um brasileiro filho de ingleses. Ele trouxe consigo da Inglaterra duas bolas, um manual com as regras e iniciou a propagação do esporte no país. Em um primeiro momento, somente a elite e os brancos poderiam participar de jogos e ligas, contudo a paixão não demorou a invadir a várzea.

Apesar disso, somente em 1920, com incentivo do governo Vargas, os primeiros jogadores negros começaram a ser aceitos e, a partir desse marco, ocorre a massificação do esporte. A profissionalização ocorreu em 1933 e em 1950, o Brasil sedia a Copa do Mundo de Futebol pela primeira vez. Apesar das expectativas sobre a seleção canarinho, o Brasil foi derrotado para o Uruguai, perdendo a taça.

Por mais que essa seja a história mais divulgada e conhecida sobre a origem do esporte no país verde e amarelo, vale ressaltar que existem outras versões. Há rumores de que as peladas realizadas na terra tupiniquim ocorreram, na verdade, em 1875 — quase 20 anos antes de Miller levar o mérito.

O desencontro de informações acontece devido a escassez de registro do século 19. Como Charles pertencia a elite paulista — inclusive, seu pai originou o São Paulo Athletic Club —, ele estava em destaque nos jornais. O resultado? Essas notícias foram guardadas como documento, originando a lenda de que ele foi o precursor do esporte no país.

As principais conquistas do Brasil no futebol

O principal torneio mundial de futebol é a Copa do Mundo. Ela acontece a cada quatro anos e o Brasil mantém o recorde como mais vitórias na Copa, com cinco vitórias, seguido por Itália e Alemanha, que são tetracampeões

A primeira Copa do Mundo que o Brasil venceu foi a da Suécia, no ano de 1958. Nela, dois principais astros da modalidade no país iniciaram no banco de reservas: Pelé e Garrincha. Apesar disso, os dois foram escalados a partir da terceira partida.

Em 1962, no Chile, o país se consagrou bicampeão, com um time bem parecido com o da edição anterior, e com uma atuação brilhante de Garrincha. A copa de 1970 foi a do tricampeonato brasileiro. A equipe contava com muitas estrelas e foi campeão invicto.

Depois da Copa de 70, vinte e quatro anos se passaram até que o Brasil pudesse celebar o tetra, em 1994, na copa dos Estados Unidos. Nessa edição, os principais jogadores da seleção eram Bebeto e Romário, e o título foi conquistado em uma nervosa final, nos pênaltis, contra a Itália.

O penta, e último título brasileiro em copas do mundo, veio em 2002, na Copa do Japão e da Coréia do Sul. Rivaldo, Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, Roberto Carlos, Cafú, entre tantos outros, brilharam e trouxeram o quinto título para as terras canárias.

Falando ainda em Copa, o Brasil — pasmem — é o único país que esteve presente em todas as competições, desde a sua criação lá na década de 30. As demais seleções perderam pelo menos uma edição — seja por não se classificar na fase eliminatória, seja por questões políticas.

Olimpíadas

A medalha de ouro nas Olimpíadas demorou a chegar para o Brasil. Até o ano de 2016, a seleção era a única campeã mundial que não havia conquistado o ouro olímpico. Apesar disso, a medalha não poderia ter sido conquistada de forma melhor: no Maracanã lotado.

Foi nas Olimpíadas do Rio, após um jogo dramático e uma vitória nos pênaltis sobre a Alemanha, que os brasileiros puderam comemorar mais um marco no esporte.

Os principais jogadores brasileiros

Discutir quem são os maiores jogadores brasileiros de todos os tempos pode ser uma conversa demorada e repleta de discórdia. Apesar das diferentes opiniões, alguns craques são unânimes e aparecem na lista da maioria. Quer saber quem são eles? Então veja a lista que separamos para você!

  • Pelé;
  • Garrincha;
  • Ronaldo;
  • Zico;
  • Sócrates;
  • Jairzinho;
  • Romário;
  • Ronaldo;
  • Ronaldinho;
  • Gerson;
  • Carlos Alberto Torres;
  • Nilton Santos;
  • Rivelino;
  • Leônidas da Silva;
  • Neymar.

Os marcos e curiosidades do futebol brasileiro

Quem dera se só de títulos e glórias fosse feita a história de uma seleção ou time, não é mesmo? Para cada vitória existe um caminho árduo a ser percorrido, que contribui com o fortalecimento e melhoria da equipe como um todo.

Veja, então, alguns dos principais acontecimentos do esporte, tanto da seleção brasileira quanto dos times nacionais.

Participação na 1º Copa do Mundo

Acredite: a seleção brasileira participou da 1º edição da Copa do Mundo que ocorreu na década de 30. Mesmo sendo eliminada ainda na primeira fase, essa é uma conquista e tanto, não é mesmo?

Batalha de Berna

Apesar de eliminado nas quartas de final da Copa do Mundo de 1954, o Brasil fez história nessa edição devido a um motivo nada nobre. A equipe brasileira entrou em conflito com o time da Hungria. Mesmo com a intervenção da polícia, houve uma briga generalizada — até jornalistas e dirigentes participaram da confusão.

O fator que gerou a discórdia foi a expulsão de Nilton Santos após trocar socos com o juíz no final da partida, além do cartão vermelho apresentado a Humberto Tozzi devido a um chute no jogador húngaro. O placar final ficou 4 x 2 para Hungria.

Maldição do título

Analisando toda a história do futebol, é possível prever, de certa forma, determinados cenários. Alguns acham que é apenas superstição, outros já acreditam que não passa de uma coincidência. Fato é que o Brasil inaugurou o que hoje chamam de maldição do título.

Não entendeu? É simples. Após o bicampeonato em 1962, o time foi eliminado em 1996, na primeira fase da Copa do Mundo, e o cenário se repetiu com outras seleções. Na competição mundial de 2002, por exemplo, a França foi derrotada ainda na primeira fase, depois de ter conquistado o título em 98. O mesmo ocorreu com a Itália, Espanha e Alemanha.

O inesquecível 7×1

Os brasileiros levaram um banho de água fria na Copa do Mundo de 2014. Um dos mais cotados para levar o título e enfim conquistar o hexa, o Brasil nadou, nadou para morrer na praia, ou melhor, no Mineirão — estádio localizado na região da Pampulha, em Belo Horizonte.

Imagine só: estádio lotado, Brasil é sede da competição e ao chegar na semifinal, o time brasileiro leva nada menos do que 7 gols. Isso mesmo! Inclusive, o placar é considerado um dos mais notáveis da competição. O carrasco foi a seleção da alemanha, que levou o título da edição.

A partida teve tanta repercussão que criaram até mesmo um nome para definir o vexame: o Mineiraço, que agora eterniza os 7 X 1 sofridos pelo Brasil.

Camisa 10

Não há um jogador que não queira a camisa 10, certo? Ela não é apenas o símbolo de um craque, mas também de liderança e talento, tanto é que os principais jogadores da história adotam o número.

O que você talvez desconheça é que foi o rei do futebol, Edson Arantes do Nascimento, mais conhecido como Pelé, que celebrizou a camisa 10 durante a seleção brasileira e também no período que atuou no Santos Futebol Clube.

Um mito é um mito, não é mesmo? Tanto é que Pelé foi o atleta mais novo a conquistar o título de uma Copa do Mundo. Na vitória da edição de 58, o jogador tinha somente 17 anos.

Vitória do Santos na Copa do Mundo de Clubes da FIFA

Não há como falar dos marcos no futebol no Brasil sem citar as conquistas dos times nacionais, não é mesmo? É aí que o Santos se destaca. Na década de 60, quando a tv ainda era preta e branca e o esporte não tinha a mesma notoriedade que hoje, o Santos Futebol Clube ganhou dois títulos mundiais consecutivos , 1962 e 1963, feito inédito — mesmo para os dias atuais.

Vale ressaltar que o título foi em cima de duas equipes fortes e consolidadas: Benfica de Portugal e Milan da Itália.

O time mais antigo do Brasil

Sabe qual é o time mais antigo do Brasil? Adivinhe só: é o Flamengo, que foi fundado em 17 de novembro de 1895. Mesmo depois de tanto tempo, ele permanece com tradição e arrasta uma multidão de fãs, tem inclusive uma das maiores torcidas do país.

O Flamengo contempla uma série de títulos. Um dos mais marcantes é o da Copa Intercontinental de 1981. Com um escalão de dar inveja, a equipe tinha nomes de destaque, como: Pelé, Leandro, Raul, Júnior e Andrade.

Esse período foi marcado na história do clube. O motivo? Eles passavam por cima de qualquer adversário e conquistaram outros títulos relevantes, como a Libertadores e o Mundial.

O futebol no Brasil é um esporte que encanta e faz parte do cotidiano de muitas pessoas. Por esse motivo, é sempre bom saber um pouco mais sobre o assunto, não é mesmo?

Agora que você descobriu alguns dos principais marcos do futebol no Brasil, curta a nossa página no Facebook e saiba muito mais sobre o mundo dos esportes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *