Foto: Divulgação

Fortaleza bate o Floresta de virada e vinga perda do título da Taça Fares Lopes

O Fortaleza bateu o Floresta na noite deste sábado, 17, no Castelão, e se vingou da derrota amarga para o Verdão há três meses, na final da Taça Fares Lopes, que tirou o Leão da Copa do Brasil 2018. O Tricolor do Pici saiu perdendo após falha da zaga, mas conseguiu a virada e venceu por 3 a 2.

Os gols do Leão foram marcados por Gustavo, Bruno Melo e Leonan. O Floresta balançou as redes com Paulo Vyctor. Com o resultado, o Fortaleza, que já está classificado para a segunda fase do estadual, manteve a liderança isolada com 18 pontos. Já o Floresta tem a classificação ameaçada pelo Guarani de Juazeiro, que está na 8ª posição com seis pontos e tem mais dois jogos, podendo tirar a vaga do Verdão.

A equipe comandada por Rogério Ceni fez dois tempos totalmente distintos. No 1º tempo, o treinador repetiu a formação de 3-5-2 com variação para 3-4-3 da partida anterior, quando venceu o Guarani de Juazeiro por 4 a 0. O Tricolor não conseguiu furar a retranca do Floresta, que montou esquema para explorar os contra-ataques. O jogo foi para o intervalo sem gols.

No início da 2ª etapa, Paulo Vyctor se aproveitou de uma falha de Felipe e abriu o placar da partida. Ceni voltou do intervalo com Alan Mineiro em campo no lugar de Igor Henrique. Após sofrer o gol, colocou Wesley e sacou Alípio. As duas alterações foram fundamentais para a reação do Leão.

Com Alan Mineiro na armação, o time se organizou e envolveu o Floresta. A equipe passou a invadir com frequência a área do Verdão. Diante da pressão, o Tricolor chegou ao empate com Gustavo, aos 17 minutos, que recebeu cruzamento de Tinga e completou de cabeça.

O Fortaleza continuava melhor após o empate. Faltava um pouco mais de capricho na última jogada. O gol da virada saiu de uma cabeçada de Bruno Melo, que subiu livre na área do Floresta após escanteio.

O Leão ainda balançou as redes mais uma vez com Leonan. O jogador saiu do banco para substitiuir Edinho e fez um belo gol de cobertura, aos 44 minutos. O Floresta diminuiu aos 49 minutos para dar números finais a partida.

Polêmica
Um pênalti no 2º tempo da partida para o Fortaleza gerou uma polêmica entre Gustavo e Bruno Melo. O Fortaleza vencia por 2 a 1, com gols de ambos os jogadores. Logo após o apito do árbitro indicando a penalidade, Gustavo pegou a bola para cobrar. Mas, Bruno Melo é o cobrador oficial e se aproximou pedindo a bola.

Do banco, Rogério Indicou que quem deveria bater era Bruno Melo. Entretanto, Gustavo se manteve irredutível e bancou a cobrança. O camisa 9 bateu e fez. Mas, o árbitro mandou voltar por conta de invasão de Wesley. Na segunda cobrança do centroavante, o goleiro Maurou defendeu.

Após o fim do jogo, Bruno Melo falou sobre o lance e amenizou a cena. “Ele pegou a bola, estava confiante. Mas é isso aí, acontece, faz parte do futebol”, afirmou o lateral em entrevista ao Esporte Interativo.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *