Decacampeão: Como o América Mineiro foi para no livro do recordes

Decacampeão: Como o América Mineiro foi para o livro do recordes

No início do século passado, o América foi fundado em Belo Horizonte, já se estabelecendo como a grande potência de Minas no futebol. O Coelho conquistou 10 campeonatos mineiros em sequência nos seus primeiros anos, sendo o grande vencedor da competição de 1916 a 1925. Essa foi a primeira vez que uma equipe conseguiu tal façanha na história do esporte mundial, feito registrado pelo Guinness Book.

Quer saber mais sobre a história do América Mineiro decacampeão? Confira o nosso post de hoje!

Os primórdios do futebol profissional em Minas

O futebol do início do século XX não movimentava as cifras que estamos acostumados a ver hoje. Com boa parte dos atletas jogando pelos seus clubes e tendo estudos e profissões em paralelo, era difícil organizar partidas e competições entre equipes em todo o Brasil. O Campeonato Mineiro, por exemplo, começou a ser disputado em 1915, incluindo apenas equipes da capital e região.

Além das dificuldades de estrutura e logística, historicamente, os times mais fortes sempre foram formados em Belo Horizonte, tendo fracassado até 1958 as propostas de unificação e inclusão de clubes do interior na disputa. Justamente num período tão importante para que o esporte se popularizasse e ganhasse a força que possui, tanto em Minas Gerais quanto no Brasil pentacampeão mundial, a força de uma equipe verde e branca prevaleceu sobre todas as outras no cenário estadual e ganhou incrível notoriedade.

A hegemonia do América Mineiro

Do segundo Campeonato Mineiro da história à edição de 1925, só deu América! O Coelho sagrou-se campeão nas disputas de 1916 a 1924 sob a fórmula dos pontos corridos, com os times participantes se enfrentando em turno em returno e definindo a melhor campanha como vencedora.

O primeiro título da história do América já mostrava sua força, com uma sólida campanha o clube conquistou o campeonato com apenas uma derrota. A partir do bicampeonato de 1917, quando o time sequer sofreu gols, passaram a ser frequentes as desistências dos adversários nos jogos contra o Coelho, gerando várias vitórias por W.O.

Em 1918, 1919 e 1920, o América não perdeu nenhuma partida e levantou as taças sem maiores problemas. Apenas em 1921 voltou a ser derrotado, ainda assim conquistando o hexacampeonato.

Primeira final do Mineiro

Em 1922, foi disputada a primeira “final” da história do Campeonato Mineiro. Tratou-se, na realidade, de uma partida de desempate entre América e Palestra Itália, para definir o campeão após campanhas iguais nos dois turnos da competição.

Os esforços dos adversários para chegarem ao nível do esquadrão alviverde pareciam finalmente dar algum resultado. Mas os dois gols do atacante americano Clair Valadares selaram o sétimo título seguido do América numa virada espetacular.

Decacampeão: supremacia reconhecida

Em 1923, o segundo turno do campeonato mineiro mal chegou a ser disputado, pois o América foi declarado campeão pelos adversários sem a necessidade dos jogos de volta. No ano seguinte, a supremacia continuou e o América foi campeão a duas rodadas do fim do campeonato.

Em 1925, os jogadores do Coelho protagonizaram, na sequência, a vitória por 4×1 sobre o grande rival Atlético, na primeira rodada do campeonato mineiro e uma goleada por 6×0 sobre a Seleção Carioca, pois formavam a base da Seleção Mineira (10 dos 11 titulares eram americanos). Esses resultados fizeram com que os outros adversários do estado assinassem um documento oficial da Liga Mineira reconhecendo o América como campeão daquele ano, todos temendo passar por humilhações parecidas dentro de campo.

A façanha do América é tão expressiva que apenas um outro clube na história do futebol conseguiu igualar — o ABC de Natal, décadas mais tarde, seria decacampeão do Campeonato Potiguar. O livro dos recordes reconhece as sequência de 10 conquistas do clube de Belo Horizonte como a primeira, o que dá a dimensão da importância desse clube tão grande e cheio de história, que acaba de comemorar sua merecidíssima volta à primeira divisão do futebol brasileiro. Que se mantenha por lá e que mais títulos venham com a força do Coelhão!

Curtiu a história do América Mineiro decacampeão? Deixe um comentário aqui no post e conte pra gente!

cta_finalpost_america

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *