Foto: Divulgação

Cruzeiro sofre gol no fim, perde do Flamengo e é o último clube mineiro a deixar a Copa SP

Rubro-negro garantiu classificação em lance duvidoso no final do confronto

A abstinência de futebol foi parcialmente vencida por torcedores de dois grandes clubes brasileiros na noite deste domingo no estádio José Liberati, Osasco (SP). Cruzeiro e Flamengo disputaram jogo equilibrado e com vários ingredientes de uma decisão em confronto válido pelas oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O rubro-negro abriu o placar na segunda etapa, viu a Raposa igualar o marcador aos 40’, mas conseguiu buscar o triunfo no último lance da partida, aos 46’, quando fez 2 a 1 e se garantiu nas quartas de final da competição.

Apesar da eliminação nas oitavas de final, o Cruzeiro realizou campanha importante na Copa São Paulo. Último mineiro eliminado e sem as presenças de Murilo Cerqueira e Lucas Ventura, dois de seus principais jogadores promovidos por Mano Menezes neste ano, a equipe comandada por Marcos Valadares sofreu apenas três gols no torneio. Foram quatro vitórias – sobre River-PI, União Mogi, Bahia e Bragantino – e apenas duas derrotas – para Bragantino e Flamengo. Classificado para a próxima fase, o rubro-negro aguarda o vencedor do jogo entre Corinthians e Internacional, que duelam nesta segunda-feira, às 20h, na Arena Barueri.

Primeiro tempo morno

O equilíbrio e a expiração marcaram a primeira etapa do duelo entre Flamengo e Cruzeiro, no estádio José Liberati, na chuvosa Osasco, no interior de São Paulo. Enquanto o rubro-negro tinha como termômetro o desempenho de Vinícius Júnior, seu principal jogador e que alternou ótimos e nem tão bons momentos nos primeiros 45 minutos, a Raposa se destacou com a marcação precisa em seu campo defensivo. Com pouca mobilidade, porém, o time mineiro sofreu com seus extremos, Cesinha e João Luiz, que abusaram das jogadas individuais.

Ainda sim, o time comandado por Marcos Valares foi quem teve mais chances claras no primeiro tempo. Aos 5’, Thonny Anderson acertou bonita finalização e quase surpreendeu o goleiro João Luiz, que conseguiu espalmar a bola para a trave. Aos 33’, mais uma que parou no poste. Depois de boa trama de Vitinho, o zagueiro Dener por pouco não marcou contra. O Flamengo respondeu no lance seguinte, em que Lincoln finalizou, superou o goleiro Jonathan, mas viu Tonhão salvar em cima da linha.

Etapa decisiva

Uma falta muito perigosa para o Flamengo, logo aos 3’ de segundo tempo, introduziu um domínio absoluto rubro-negro. Priorizando a marcação em detrimento da criação, o Cruzeiro foi amassado e, sem reação, viu o adversário abrir o marcador com Jean Lucas, aos 10’. O camisa 8 aproveitou sobra de jogada aérea e colocou a bola, que ainda desviou em Victor Luiz, no canto esquerdo de Jonathan. 1 a 0. Marcos Valadares, então, buscou dar ânimo novo ao time, realizando as quatro substituições. O resultado veio aos 40’, embora não tenha sido definitivo.

Após cobrança de escanteio de Marco Antônio, que entrou na vaga de Vander, o zagueiro Tonhão subiu sozinho no terceiro andar e cabeceou sem chances para o goleiro Gabriel Batista. 1 a 1. O Cruzeiro seguiu pressionando, como não fez na maior parte da segunda etapa, e viu o Flamengo aproveitar falhas de marcação, até então praticamente perfeita. Também em lance bola parada, o rubro-negro resolveu o jogo. Aos 46’, Vinícius Júnior não desperdiçou a bobeira da zaga celeste após cobrança de escanteio e marcou para o Flamengo – em posição duvidosa. 2 a 1 e classificação definida para a equipe carioca.

FLAMENGO 2 X 1 CRUZEIRO

Cruzeiro
Jonathan; Vitinho, Patrick, Tonhão e Vicor Luiz; Márcio (Lucas Soares) e Thiago Souza (Nathan); Vander (Marco Antônio), Cesinha (Luan) e João Luiz (Rick Sena); Thonny Anderson. Técnico: Marcos Valadares.

Flamengo
Gabriel Batista; Kleber, Dener, Rafael e Moraes; Hugo Moura e Vinícius Souza (Gabriel Silva); Jean Lucas, Patrick e Vinícius Júnior; Lincoln (Jardel). Técnico: Gilmar Popoca.

Gols: Jean Lucas (10’2ºT), Tonhão (38’2ºT) e Vinícius Júnior (46’2ºT)
Cartões amarelos: Hugo Moura, Vinícius Souza, Rafael (Flamengo); Márcio (Cruzeiro)

Motivo: oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior
Local: Estádio Prefeito José Liberati, Osasco (SP)
Hora: 19h45
Árbitro: Cleber Luis Paulino (FPF)
Assistentes: Risser Jarussi Corrêa (FPF) e Osvaldo Apipe de Medeiros Filho (FPF)

Fonte

cta_finalpost_flamengo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *