Bruno Soares é campeão do ATP da Basiléia

Bruno Soares é campeão do ATP da Basiléia

Bruno Soares levou a melhor diante de seu futuro parceiro e faturou mais um título em sua carreira. Ainda jogando ao lado do austríaco Alexander Peya, o brasileiro venceu a final do ATP 500 da Basileia ao superar a dupla formada pelo australiano John Peers e britânico Jamie Murray. Irmão de atual número 2 do mundo, Andy Murray,Jamie jogará com o mineiro a partir de 2016. Em 1h33m de jogo, Soares e Peya aplicaram 2 a 0, com duplo 7/5.

– É sempre muito bom ganhar um torneio. É uma sensação muito boa sair de uma semana invicto. No nosso caso, ainda melhor, depois de um ano difícil e ainda mantendo a esperança de classificação para o ATP Finals – comentou o brasileiro.

Esta foi a 40ª final de Bruno Soares na carreira e a terceira da parceria dele com Peya na temporada. Agora, o mineiro possui 20 títulos em duplas. A conquista na Basileia foi a segunda neste ano, após o ATP 250 de Munique, em maio.

Bruno Soares e Alexander Peya levaram a melhor em um primeiro set acirrado, que durou 47 minutos. O brasileiro e seu parceiro de time conseguiram duas quebras e mostraram fôlego no fim da parcial, vencendo por 7/5. A tônica se manteve na segunda etapa, com mais duas quebras de Soares e Peya, garantindo a vitória em pouco mais de 1h30 de jogo.

O resultado ajuda a dupla a seguir na briga para competir no ATP Finals, na Inglaterra. Segundo a última atualização do ranking, antes do ATP da Basileia, Soares e Peya estavam em nono lugar na corrida da temporada, com 2.830 pontos. À frente deles estão Rohan Bopanna e Florin Mergea (3.455). O título vai reduzir essa diferença. O Masters 1000 de Paris, que começa nesta segunda-feira, é a última oportunidade para a dupla austro-brasileira somar pontos para classificar para a disputa que reúne as oito melhores duplas do ano, em Londres, a partir de 15 de novembro. A estreia em Paris será contra os britânicos Andy Murray e Colin Fleming.

– Temos uma chave duríssima e pela frente uma dupla que já está classificada e outra que está na briga para classificar. São quatro duplas fortíssimas, que estão tendo um ano muito bom. Tivemos uma grande semana e agora é tentar manter esse ritmo e esse embalo e levar isso para Paris. É a única coisa que temos a fazer. Chegando lá mudam as condições, as situações e é um torneio duríssimo. Mas vamos levar esse momento para lá e tentar aproveitar – garantiu Soares.

Fonte:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *