Foto: Divulgação

Bauru vira no fim e supera Paulistano na abertura do NBB

A abertura do Novo Basquete Brasil (NBB) 2017/2018 foi eletrizante e definida apenas nos instantes finais. Depois de 40 minutos de muito equilíbrio, quem levou a melhor foi o Sendi/Bauru Basket. Com um arremesso decisivo de Duda Machado nos últimos segundos, o Dragão venceu o Paulistano, ontem, no Ginásio Antonio Prado Junior, em São Paulo, pelo placar de 72 a 71.
A partida marcou a reedição da final da temporada passada – cujo troféu ficou com o clube do interior. Apesar de acontecer na casa do Paulistano, o jogo teve o Bauru como mandante. Por conta de incidentes durante as finais da última temporada, a equipe foi punida com quatro partidas longe de sua torcida. Em comum acordo, a equipe decidiu jogar a abertura no Ginásio Antonio Prado Junior e as duas equipes voltarão a se enfrentar na casa do Paulistano na segunda metade do campeonato.
Recém contratado pelo Dragão, Duda Machado vestiu a camisa bauruense pela primeira vez e foi para lá de decisivo. Com pouco menos de 20 segundos para o fim, o ala/armador converteu arremesso de dois pontos que virou o jogo e selou a vitória do Bauru (72 a 71). Ao todo, o jogador ficou 23 minutos em quadra e marcou dez pontos.
Um dos reforços do Bauru para esta temporada, o norte-americano Kendall Anthony teve grande atuação e foi o cestinha da partida, com 20 pontos (6/8 nos arremessos de dois pontos).
Alex Garcia também foi peça fundamental para o triunfo bauruense. Com sua costumeira disposição dos dois lados da quadra, o Brabo ficou 31 minutos em quadra e produziu um duplo-duplo de 18 pontos e dez rebotes, além de distribuir seis assistências.
Equilíbrio
O primeiro tempo foi lá e cá e as duas equipes travaram grande duelo. Prova disso é que a liderança trocou de lado em 11 oportunidades e esteve em igualdade três vezes. No final das contas quem foi para os vestiários em vantagem foi o Paulistano, mas por apenas três pontos (36 a 33).
No comando do placar, o Paulistano contou com ótimo início de terceiro quarto de Lucas Dias, que marcou oito pontos quase seguidos, e chegou a colocar dez pontos de frente (56 a 46). Só que Bauru não se entregou, acelerou o ritmo no final da parcial e baixou o prejuízo para quatro pontos (56 a 52).
Restando pouco mais de quatro minutos, Bauru virou o jogo pela primeira vez no segundo tempo após Renan converter arremesso de três pontos (68 a 67). Depois disso, o Paulistano chegou a recuperar a liderança, com bola de três convertida por Yago (71 a 70), mas logo no ataque seguinte o Dragão contou com o poder de decisão de Duda e venceu a partida.
Após o arremesso decisivo de Duda sobraram 16 segundos no cronômetro e o Paulistano repôs a saída de bola após tempo técnico de Gustavo De Conti. Depois de uma troca de passes, a bola foi para as mãos de Lucas Dias, que falhou em tentativa de arremesso de três pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *