Foto: Divulgação

Bahia empata no final contra Luverdense e pode subir de divisão na Fonte Nova

O Bahia lutou e conseguiu empatar em 2 a 2 com o Luverdense na noite deste sábado, 12, no estádio Passos da Ema, em Lucas do Rio Verde, Mato Grosso. O triunfo deixou o tricolor com 60 pontos, na quarta posição da Série B.

Bahia vai tentar carimbar o lugar na Série A sábado, 19, às 18h30, na Arena Fonte Nova, contra o Bragantino, que luta contra o rebaixamento. O tricolor sobe de divisão na próxima rodada se vencer e o Náutico empatar com o Tupi fora de casa e o Londrina não vencer o Avaí em casa.

Até se empatar, e o Náutico e Londrina perderem, a torcida tricolor vai poder comemorar o acesso na Fonte Nova. Já foram vendidos mais de 43 mil ingressos para a partida.

Equilíbrio

Bahia e Luverdense fizeram um início de primeiro tempo equilibrado. Jogando no 4-3-2-1, Guto colocou o tricolor para jogar no contra-ataque. Ambos os times tentavam o ataque, mas as pontarias não estavam ajustadas.

Até que, aos 33, Rafael partiu em jogada individual e chutou forte. Muriel espalmou e a boa sobrou para Jean Patrick, que abriu o marcador. O gol animou a equipe matogrossense. Precisando do triunfo, Guto tratou de tirar Feijão e colocou Misael cinco minutos após levar o gol e deixou o Bahia com mais um atacante além de Hernane.

Misael entrou colocando fogo na partida e aparecendo bem no ataque. Mas o tricolor terminou o primeiro tempo sem conseguir o importante empate.

Empate dramático

O segundo tempo não poderia começar melhor para o Bahia. Logo no primeiro minuto, Renê Junior cabeceou sozinho, mas fraco, nas mãos do goleiro do Luverdense.

Aos 3, Misael viu Edigar Junio livre e tocou para ele pela direita. O meia tricolor mandou uma bomba cruzada e empatou a partida. Dois minutos depois, Jean Patrick entrou com maldade em Hernane e foi expulso.

Edigar Junio quase faz um replay do gol aos 11. Hernane passou pelo zagueiro do Luverdense e abriu para o meia, que mandou a mesma bomba cruzada, mas bola passou rente à trave.

O tricolor baiano continuava pressionando. Misael, Régis e Luiz Antônio tentavam chutes de longe, aproveitando a chuva e o campo molhado, mas não estavam em uma noite inspirada.

O Luverdense, que não tinha nada a ver com os erros do Bahia, marcou o segundo gol aos 29. Muriel dá mais um rebote e Diogo Sodré aproveita e manda uma bomba para o gol, colocando a equipe de Matro Grosso novamente na frente do marcador.

Aos 47 minutos, Muriel foi para o ataque tentar fazer o gol em cobrança de escanteio. Raul Prata pegou a bola e chutou de longe, mas Luiz Antônio estava perto do gol e salvou. No contra-ataque, bola é cruzada na área do Luverdense e Edigar Junio acerta de carrinho e empata a partida aos 48 minutos.

Fonte

cta_finalpost_bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *