Atlético Mineiro não vê vantagem em atuar antes dos rivais

Atlético Mineiro não vê vantagem em atuar antes dos rivais

Na reta final do Campeonato Brasileiro 2015, quando o Atlético-MG disputava o título com o Corinthians, diversas vezes o Galo entrou em campo pressionado, após a equipe paulista jogar antes e vencer seu compromisso. Na atual edição do campeonato, pelo menos na 21ª rodada, a situação vai se inverter. O time alvinegro encara o Atlético-PR, neste domingo, às 11h (de Brasília), no Independência. Enquanto os outros adversários diretos na tabela, em sua maioria, só entram em campo mais tarde.

No mesmo horário, no Mané Garrincha, Flamengo e Grêmio, dois adversários diretos na briga pelo título, se enfrentam. O Palmeiras, líder da competição com 39 pontos (quatro a mais que o Galo), recebe a Ponte Preta, às 16h, na Arena Palmeiras. Segundo colocado e algoz do Atlético-MG na rodada passada, o Santos joga mais tarde, às 18h30, contra o Coritiba.

O fato de jogar antes ou depois dos concorrentes é visto com neutralidade no Atlético-MG. O técnico Marcelo Oliveira, por exemplo, não vê pressão por entrar em campo primeiro que os demais times.

– Nem melhor, nem pior, é tudo muito teórico. Você precisa estar firme e forte para fazer o dever de casa. Altera pouco essa questão. Não tem pressão nem para eles e nem para o Atlético– MG em função disso.

Para Robinho, jogar antes dos adversário não interfere em nada. O que importa é o Atlético-MG ganhar seu jogo e somar os três pontos.

– Não interfere não. Temos que fazer a nossa parte. Ganhando o jogo é o que mais importa. A gente tem que preocupar em fazer a nossa obrigação – completou o atacante.

Fonte:

cta_finalpost_atletico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *