Atlético-MG vence fora de casa e chega à liderança do Brasileiro

Atlético-MG vence fora de casa e chega à liderança do Brasileiro

Uma vitória maiúscula. Assim pode ser definido o triunfo do Atlético-MG sobre o Internacional, neste domingo, no Beira-Rio. Com um futebol envolvente e dinâmico, principalmente no segundo tempo, o Galo fez 3 a 1 no Colorado, com dois gols de Maicosuel e um de Thiago Ribeiro, contra um de Lisandro López. O resultado alçou o time mineiro à liderança do Campeonato Brasileiro, com 23 pontos, e fez com que o Inter caísse para a 14ª colocação. O Galo é o quinto líder diferente na atual edição do campeonato.

Além disso, o Atlético-MG quebrou um tabu de quase 29 anos. A última vitória sobre o Internacional, no Beira-Rio, havia sido pelo Brasileirão de 1986. Soberano em campo, o Atlético-MG mostrou maturidade para se aproveitar do afobado Inter, no começo do segundo tempo. Quando o Colorado acordou, já havia sofrido três gols. O público pagante foi de 16.612 pessoas, com 20.236 presentes. A renda foi de R$ 438.900,00.

Os dois times voltam a campo, na próxima quarta-feira, às 22h (de Brasília). O Internacional recebe o Flamengo, no Beira-Rio, enquanto o Atlético-MG encara o Sport, no Mineirão. Ambas as partidas serão válidas pela 12ª rodada.

Agitado

Internacional e Atlético-MG fizeram um duelo típico de dois times bem montados e repletos de jogadores talentosos. Não por acaso, um está na semifinal da Taça Libertadores e o outro briga na parte de cima da tabela. Por atuar no Beira-Rio, diante de sua torcida, o Inter tomou a iniciativa do jogo, desde os primeiros minutos, regido e organizado por D’Alessandro, cérebro e coração da equipe. O Galo, apesar da cautela defensiva, não abriu mão de buscar o ataque, incomodando Muriel.

As oportunidades de gol foram sendo perdidas à medida que eram criadas pelo Inter, com Rodrigo Dourado, Lisandro López e Anderson. O Atlético-MG também teve um lance claríssimo para marcar. Pratto e Maicosuel erraram na conclusão, um depois do outro, na mesma jogada. Com isso, o placar no primeiro tempo não foi alterado.

Passeio

Os dois times voltaram para o segundo tempo com postura tática semelhante à do primeiro tempo. A diferença é que o Internacional parecia nervoso, ansioso em definir logo as jogadas de ataque. O Atlético-MG, mais calmo, teve inteligência para tocar bem a bola e para se aproveitar da instabilidade do adversário. Dessa forma, não demorou a abrir o placar. Aos 13 minutos, Maicosuel tabelou com Giovani Augusto e bateu forte para vencer Muriel.

Atrás no placar, o Colorado sucumbiu à própria fragilidade emocional e se perdeu completamente em campo. Três minutos depois de sofrer o gol, Anderson exagerou na reclamação com o árbitro Raphael Claus e foi expulso. O detalhe é que ele nem amarelo tinha. A partir daí, o que se viu foi o jogo de um time só, um verdadeiro passeio. O Galo tocava a bola como queria e não teve dificuldades em criar uma vitória maiúscula. Aos 31 minutos, Maicosuel fez o segundo, numa jogada parecida com a do primeiro gol. Seu parceiro de tabela desta vez foi Douglas Santos. A conclusão da jogada, mais uma vez, foi perfeita.

Aos 33 minutos, saiu o terceiro do Atlético-MG. Rafael Carioca deu lindo passe para Thiago Ribeiro. O atacante não perdoou Muriel. Totalmente batido em campo, o Internacional conseguiu o gol de honra, aos 40 minutos, muito mais por falha do Galo do que pelos próprios méritos. Edcarlos e Jemerson se atrapalharam com a bola, dentro da área. Lisandro López aproveitou e marcou. Nada, porém, que tirasse o brilho e o merecimento de um triunfo digno de líder.

cta_finalpost_atletico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *