Foto: Divulgação

Atlético-MG alcança 100 mil sócios e prevê crescimento maior com novo estádio

Galo é o sétimo clube brasileiro com mais sócios-torcedores; Pedro Tavares comemora a marca e vislumbra mudanças e melhorias após inauguração da arena: “Ninguém vai segurar”

O Atlético-MG alcançou uma marca importantíssima fora de campo: chegou aos 100 mil sócios-torcedores. O Galo é o sétimo clube brasileiro no ranking, atrás de Grêmio, Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Internacional e Flamengo. A meta era alcançar os 100 mil em dezembro. Aconteceu com antecedência. Pedro Tavares, diretor de planejamento e marketing do Atlético-MG, comemora e atribui a conquista à paixão da torcida.

– Muito importante ser o primeiro clube de Minas Gerais a atingir a marca de 100 mil sócios. É um trabalho bem feito de toda a diretoria do Daniel (Nepomuceno), que foi coroado, no último ano de mandato, ao atingir essa marca. A gente está feliz. A meta era chegar lá em dezembro, conseguimos antes. Fruto da torcida do Galo, apaixonada. Eles sabem que, ajudando o Atlético, eles engrandecem a marca do clube. Fruto do trabalho do Daniel, mas junto com toda a torcida. A gente está muito feliz.

O número fica mais expressivo considerando o estádio que o Atlético-MG manda seus jogos. A Arena Independência tem espaço para pouco mais de 20 mil torcedores, e a presença nos jogos é um dos principais benefícios garantidos – ou facilitados – aos sócios. O Galo está no processo para ter o seu próprio estádio, que já foi aprovado pelo conselho do clube e depende, agora, dos trâmites legais e da aprovação junto ao poder público. Pedro espera que o número de sócios cresça ainda mais depois da construção da nova arena.

– A nossa meta é elevar o número. Daqui a três anos, com o estádio, ninguém vai segurar. Sem estádio, atingimos essa marca. Com estádio, vamos crescer mais.

Tudo diferente

O programa Galo na Veia vai, certamente, sofrer mudanças após a construção do novo estádio. A expectativa é que, com o crescimento e a nova casa, a arena do clube fique, em 100% dos jogos, virtualmente lotada. Isso significa que a tendência é que os torcedores com entrada garantida esgotem os lugares, como explica Pedro Tavares.

– Não debatemos ainda (as mudanças no programa Galo na Veia). Com certeza, com a arena própria pronta, vão existir mudanças. Vamos readequar. Quando tivermos a arena, vai ser igual na Europa, estádio virtualmente lotado em todos os jogos. Só quem comprou o ticket para a temporada inteira vai poder comercializar. A tendência é que o proprio torcedor faça a comercialização.

Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *