André Sá vence Argentina Open

André Sá vence Argentina Open

Foram longos quatro anos de espera desde seu último título. O abraço animado no companheiro Jarkko Nieminen após o fim da partida deu uma ideia do alívio que André Sá sentiu ao conquistar o ATP de Buenos Aires nas duplas neste domingo, 1º de março. Desde 2011, quando foi campeão em Metz ao lado de Jamie Murray, o brasileiro não conquistava um título e, com a vitória sobre Pablo Andujar e Oliver Marach, pôde comemorar seu oitavo campeonato ATP da carreira. Curiosamente, Sá foi campeão no mesmo fim de semana que seu ex-companheiro de duplas, Marcelo Melo, que conquistou o ATP de Acapulco com Ivan Dodig.

– Foi uma semana incrível. Perdemos o primeiro set em todos os jogos e lutamos até o final. Título super importante para continuar acreditando que tenho tênis para mais alguns anos. Hoje fizemos o melhor jogo da semana, muita qualidade e poucos erros. Foi uma grande final – vibrou André Sá.

Para completar a sensação de superação para o brasileiro de 37 anos, a vitória na final na Argentina foi de virada, por 2 sets a 1, parciais de 4/6, 6/4 e 10/7 após 1h30 de confronto. No set tie-break, o Sá e Nieminen ainda viram os rivais abrirem vantagem de 4/1, mas tiveram boa recuperação e conseguiram o tão comemorado título da competição. O jogo seguiu a regra de todos os outros do brasileiro e do finlandês no torneio: sempre de virada. Na estreia, derrotaram os favoritos Pablo Cuevas e David Marreno. Em seguida, venceram Thomaz Bellucci e Marcelo Demolier nas quartas e passaram por Federico Delbonis e Andres Molteni na semifinal.

O grande trunfo de André Sá e Jarkko Nieminen na partida foi a concentração nos momentos mais complicados. Apesar do bom aproveitamento de primeira saque da dupla (77%), os adversários tiveram 11 oportunidades de quebra na partida, porém conseguiram converter apenas 3 – duas no primeiro set, quando venceram por 6/4, e uma no segundo. Por outro lado, o brasileiro e o finlandês tiveram apenas cinco oportunidades, mas conseguiram três quebras – uma no primeiro set e duas no segundo, quando devolveram o 6/4.

Fonte:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *